Bharatanatyam

O BHARATANATYAM é a mais popular forma de dança clássica da Índia. Considerada a mais antiga de todas as formas, é extremamente tradicional na sua maneira de ensino e conhecida por sua graça, pureza, e poses esculturais. 

Também considerado a mãe de todos os estilos de danças clássicas indianas, o Bharatanatyam ou Bharat Natyam nasceu e se desenvolveu no Sul da Índia, no estado de Tamil Nadu, às margens do rio Kaveri (ou Cauvery) e calcula-se que sua idade remonta mais de seis mil anos. 

Apesar de sua Antigüidade, este estilo de dança ainda se conserva fresco e fascinante em sua riqueza de movimentos tradicionais, encanto estético e variedade de expressões.

A palavra Bharata tem sua origem em várias raízes. Bharata é o antigo nome da Índia, Bharata também é o nome do sábio ao qual o Deus Brahma concedeu as escrituras que regem a dança, o Natya Shastra, mas também é dito que a palavra Bharata tem sua origem em Bha de Bhava (emoção), Ra de Raga (melodia ou modo musical) e Ta de tala (ritmo). 

Aproximadamente na década de 30, no século XX, com o início do movimento de libertação da Índia,  alguns artistas se uniram para revitalizar esta forma de dança que em sua origem tinha o nome de Sadir.

Sua origem é Templária e originalmente era dançado apenas por mulheres, chamadas de Devadasis, que pela tradição pertenciam ao Templo e eram completamente devotadas à arte. Óbviamente, o Bharatanatyam, assim como os outros estilos de danças clássicas da Índia sofreu alterações desde seu início, porém sua essência ainda é mantida.

Nas palavras da grande bailarina responsável pela revitalização do Bharatanatyam, Rukmini Devi: “Bharatanatyam é uma arte viva a qual ainda pode ser apresentada de acordo com o Natya Shastra de Bharata, ainda que a essência do Shastra não seja limitar a dança por regras e regulamentos. Há sempre uma interpretação errônea de que tradição ou ensinamentos tradicionais são estreitos e não criativos. Se o lugar da tradição é entendido apropriadamente, o exato oposto será achado como verdadeiro.....Bharatanatyam é um método de aprendizado espiritual para fins humanos. Portanto não é esperado que reflita a vida moderna...”

O estilo de música que acompanha o Bharatanatyam é o estilo clássico Carnático e os instrumentos usados para acompanhar o vocal são: a flauta ou o violino, a Veena, a Tambura e como percussão para o ritmo dos pés, o Mrdungam e o nattuvangan.

 

Bailarina: Iara Ananda Romano

Foto: Oreste Nappi